Carros de luxo: Serviços, Conveniência, Personalização, Credito!

A atitude dos consumidores brasileiros é: por que esperar se eu puder tê-lo agora? Os consumidores querem seus produtos imediatamente. É importante olhar para o negócio de carros de luxo no Brasil versus os EUA ou a Europa. No Brasil, os negociantes devem ter o carro em estoque, enquanto em outros países você pode manter e gerenciar uma lista de espera.

Se alguma coisa, colocar uma lista de espera nos EUA serve para aumentar a exclusividade e a conveniência de um carro. Não é assim no Brasil. O imediatismo da demanda tem implicações para o modelo de negócios de uma empresa, uma vez que requer um maior nível de estoque, maiores requisitos de capital de giro e, muitas vezes, preços de consumidor mais elevados para compensar isso.

Isso também significa que as marcas devem gerenciar cuidadosamente novos lançamentos de produtos em todos os países. Se um produto de sucesso for lançado primeiro em outro país, você provavelmente verá aparecer no Brasil através de redes cinza, antes que você ou seu revendedor oficial esteja pronto para vendê-lo.

Serviço e conveniência

Os brasileiros levaram o conceito de serviço ao extremo. Nos Estados Unidos, muitas empresas oferecem horário de compras privado. No Brasil, esse é apenas o começo. Em vez de acesso exclusivo a uma coleção, os brasileiros têm exibições privadas em sua casa.

Serviço e conveniência

A YSL, por exemplo, realizou eventos de lançamento de produtos na casa de um cliente, com lembranças para os convidados. Demonstração de produtos em loco também é muito comum para marcas de luxo no Brasil. Os clientes podem levar seus produtos para testá-los sem custo adicional.

Quando os brasileiros optam por comprar seus produtos de luxo localmente, uma das razões pelas quais eles fazem é por causa de um alto nível de serviço.

detran bahia licenciamento

É importante que as marcas ofereçam não só serviços complementares, como estacionamento com manobrista, refrescos, áreas de espera e entrega em domicílio de produtos de luxo, mas também para hospedar eventos de prestígio que criem o senso de um ambiente exclusivo, para que os consumidores se sintam como eles fazem parte de um clube rarefeito.

Personalização

Os consumidores brasileiros são particularmente sensíveis à sensação de que um produto está sendo feito apenas para eles, seja a inclusão de um monograma no produto ou o desenvolvimento de projetos exclusivos. Isso é verdade a nível pessoal e também para segmentos da população.

Uma empresa de roupas, por exemplo, adaptou sua linha de produtos para atender às necessidades e desejos de diferentes regiões do país, p. uma textura mais leve do tecido para o nordeste quente. Está fazendo isso mesmo que a empresa não tenha uma loja formal na região (um distribuidor conecta os consumidores com o produto).

Muitas vezes, as pessoas não fazem isso porque precisam, mas porque podem. Mesmo os consumidores brasileiros no mercado de ponta, que poderiam pagar por um item de uma só vez, esperam poder pagar em parcelas mensais (cartão de crédito), permitindo que seu dinheiro permaneça investido e ganhe mais dinheiro.

Carros Novos

A estrutura padrão do mercado é agora 10 parcelas sem interesse, fazendo do crédito uma parte do modelo de negócios no Brasil. Uma conseqüência disso é que ele tornou os bens de luxo acessíveis a mais da classe média. Também forçou as empresas a revisar seus modelos de negócios e forjar parcerias com bancos.

Mesmo as marcas que não consideram as parcelas como uma opção em qualquer uma das suas lojas em todo o mundo tiveram que se adaptar à forma como os brasileiros compram e, assim, oferecem crédito aos clientes. Cerca de 70% das vendas de produtos de luxo no Brasil são feitas com parcelas de cartão de crédito.